O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 7 de março de 2010

PALAVRAS TATUADAS/ LIRA PERDIDA / ATHENE NOCTUA* / LIMITE



 

As palavras se esvaziaram de mim
e sem elas me sinto nua
Quero vestir-me de palavras novas
Quero sentí-las tatuadas em minha pele.




Ianê Mello

----------------------------------------
LIRA PERDIDA

Na página adiante, a fria alvura
É um mar de tão branca secura
Que por tal palavra me faltasse
Na letra ausente eu me afogasse

E tateio, adivinhando a tessitura
Se dela inda estivesse à procura
Qual se a mim mesmo buscasse
Num travo à língua, um impasse

É que falta a cor, se oculta a face
O próprio verbo criador descura
Qual se do fiat lux se ausentasse

E clama a metalingüística lisura
Na folha maculada, em sua alvura
Que eu a mim mesmo edificasse


Francisco de Sousa Vieira Filho 
['sede oleiros de vosso próprio barro.']

-----------------------------------------------
ATHENE NOCTUA*

Ah, poesia, linguagem caprichosa!
Do bom-ócio grego, o farto ventre
Dúbia e faceira, mansa e chorosa
Qual se nos achega quase sempre

Em sua dança geniosa não se curva
E se ao bel sabor o sentimento turva
Mal se presta a falar o que só pode
Cantar o coração em cifrado códice

Suas belas asas não deixa vergar
A quem só dela foge, se a pretende
Esforço vão, a vil noção conceituar

E em seus profundos olhos tende
Se co'a Filosofia alça vôo acúleo
A desbravar o horizonte cerúleo


Francisco de Sousa Vieira Filho

FONTE: VIEIRA FILHO, Francisco de Sousa. Lira Antiga Bardo Triste. Teresina - PI: Gráfica e Editoria O Dia, 2009. v. 500. p. 14.
* Athene Noctua era a coruja de Atenas, símbolo da Filosofia.



Limite 





num gesto desesperado
retirou da bolsa a última palavra...
lançou-a contra as cercas da própria alma;
escaparam dois gritos e um poema


Ricardo Fabião




A imagem acima foi extraída do endereço: http://humorgrafe.blogspot.com
Chama-se "A fuga"; seu autor é Agim Sulaj


Diálogo Poético - Colaboradores: Ianê Mello, Francisco de Sousa Vieira Filho e Ricardo Fabião

10 comentários:

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Casou bem com o que postei hoje lá no meu cantinho... belíssimo texto... beijão, Ianê... ;)

LIRA PERDIDA

Na página adiante, a fria alvura
É um mar de tão branca secura
Que por tal palavra me faltasse
Na letra ausente eu me afogasse

E tateio, adivinhando a tessitura
Se dela inda estivesse à procura
Qual se a mim mesmo buscasse
Num travo à língua, um impasse

É que falta a cor, se oculta a face
O próprio verbo criador descura
Qual se do fiat lux se ausentasse

E clama a metalingüística lisura
Na folha maculada, em sua alvura
Que eu a mim mesmo edificasse

Francisco de Sousa Vieira Filho

['sede oleiros de vosso próprio barro.']
-----------------------------------------------
ATHENE NOCTUA*

Ah, poesia, linguagem caprichosa!
Do bom-ócio grego, o farto ventre
Dúbia e faceira, mansa e chorosa
Qual se nos achega quase sempre

Em sua dança geniosa não se curva
E se ao bel sabor o sentimento turva
Mal se presta a falar o que só pode
Cantar o coração em cifrado códice

Suas belas asas não deixa vergar
A quem só dela foge, se a pretende
Esforço vão, a vil noção conceituar

E em seus profundos olhos tende
Se co'a Filosofia alça vôo acúleo
A desbravar o horizonte cerúleo

Francisco de Sousa Vieira Filho

FONTE: VIEIRA FILHO, Francisco de Sousa. Lira Antiga Bardo Triste. Teresina - PI: Gráfica e Editoria O Dia, 2009. v. 500. p. 14.

* Athene Noctua era a coruja de Atenas, símbolo da Filosofia.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Não sabia que poderia [deveria] colar no próprio 'post' antes... agora vou colocar lá...

Beijão!

;)

Di disse...

Lindo! :)

Beijo*

Di

Ianê Mello disse...

Francisco,

pode postar direto sim, cadastrei você para isso.

Que belíssimos poemas, amigos.

Só fiz uns ajustes na postagem para ressaltá-la, tá?

Valeu mesmo!

Beijos.

Ianê Mello disse...

Di,

grata pela visita.
Volte sempre.

Bjs.

Ianê Mello disse...

Ricardo,

belíssimo diálogo.

Beijos.

Mateus Luciano disse...

o time aqui é de primeira
fequei feliz em encontrar gente conhecida e talentosa Francisco onde tocas vira ouro
Lara fequei feliz com tua adesão na minha pagina
.espero que possamos criar todos juntos .em breve.

Ianê Mello disse...

Mateus,

seja bem vindo ao time.
Quer juntar-se a nós?
Mande-me seu e.mail que eu faço seu cadastro.

Um abraço.

Ana Tapadas disse...

Gostei muito, apesar do laivo triste de hoje...
bj

Ianê Mello disse...

Ana,

também faz parte querida.

Beijo grande.

Related Posts with Thumbnails