O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 7 de março de 2010

Lágrimas de Chuva




Naquela tarde chuvosa eu só precisava de um abraço, 
um afago, um toque de mãos
Naquela tarde chuvosa era tudo o que eu precisava
e de meus olhos escorreriam lágrimas de chuva.



Ianê Mello




Diálogo Poético - Colaboradores: Ianê Mello

8 comentários:

Maria Bonfá disse...

que lindo Ianê.. tem dias que só precisamos de um carinho para se sentir bem.. [é doce seu poema..beijão

ParadoXos disse...

palavras de levar em nós!

:-)

Isidro Jesus Cedrés González disse...

El sonido de la lluvia es la música del amor.
Muy apropiado para sentirse feliz.
Me gustó tu poema.
Un abrazo.
Jecego.

Cria disse...

Lindo demais, poeta ! Meu carinho.

Ianê Mello disse...

Maria,

um doce abraço.

Beijos

Ianê Mello disse...

Paradoxos,

obrigada pela visita.

Seja bem vindo.

Ianê Mello disse...

Isidro,

obrigada pelas palavras.
Beijo.

Ianê Mello disse...

Cria, fico feliz!

Volte sempre.

Beijo.

Related Posts with Thumbnails