O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quarta-feira, 10 de março de 2010

Brincadeira de criança


O que é, o que é...
que tange, mas ultrapassa
que queima, mas não fere
mata, mas anima
que encobre, mas devassa...

O que é , o que é...
que corre, mas aproxima
que seca e umedece
expurga, mas recolhe
equilibra e entontece...

O que é, o que é...
que chama e despede
chora, mas agrada
solta, mas agarra
enxuga e mata a sede...

O que é, o que é
que bate e penetra
corta, mas costura
abala e segura
odeia, mas atura...

O que é , o que é...


Joe Brazuca

3 comentários:

Layara disse...

...o que será que é??

conte-nos, pois o tico-teco estão de férias, acredite!

besos entonces!

Ianê Mello disse...

O que é? O que é?

Fiquei curiosa....
ótimo poema,Joe.

Bjs.

Joe_Brazuca disse...

cada um sabe o que é,
o que lhe diz e dita,
a seu mote e sorte...


abraços !

Related Posts with Thumbnails