O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 21 de março de 2010

À Espera do amado

Vamos lá....novo desafio.
O que esta pintura lhe sugere?
 Vamos escrever um verso, um poema ou uma prosa?





Minha alma se perde nas ondas do mar.
Nelas me envolvo no seu ir e vir.
Esperando docemente minha dor passar.


Pérola


Enquanto na areia eu danço
O corpo nu pela lua iluminado
Dançando a dança do amor
Espero por você, meu doce amado.


Ianê Mello


Diálogo Poético - Colaboradores: Pérola, Ianê Mello





4 comentários:

Pérola disse...

Minha alma se perde na ondas do mar.
Nelas me envolvo no seu ir e vir.
Esperando docemente minha dor passar.
Ah!!!Fala sério sou péssima nisso!!!
beijokas.

Ianê Mello disse...

Pérola,

Ficou bonito seu verso.

Parabéns.

Bjs.

Pérola disse...

Ai amiga,obrigado pela força.
Mas ficou muito sem graça rs.
Eu amo poemas mas eu criar!!!Sem chances rsrsrsrsr.
Obrigado pelo carinho rsrsrsr.
beijokas.

Ianê Mello disse...

Pérola,

por nada. Acho que você deve sempre procurar escrever.
Não se bloqueie, deixe a mente divagar.
Assim, a gente se aprimora e se desenvolve.

Fico feliz que tenha gostado.

Com meu carino.

21 de março de 2010 21:03

Related Posts with Thumbnails