O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 18 de março de 2010

Revelação Poética / Embriaguez



Gostaria de propor esse desafio. 
O que você vê nessa imagem?
O que a(o) faz sentir?
Minha impressão e sensações aí estão, nesse poema.
Dê sua contribuição.
















Pintura: Sr. do Vale " A Pérola da Poesia "





O quanto a mente pode imaginar
diante de visão tão surreal
Quantos caminhos a percorrer
no vale da criação
Em suas cores tão vivas
Nas imagens que se sobrepõem
compondo uma estória inimaginável
Esta a beleza da  poesia
descobrir a pérola na ostra
e trazê-la à luz dos nossos olhos
Criar a partir de algo abstrato
um significado para quem o lê

A mulher que alça voo
lançando-se na escuridão
Um casal a queimar de paixão
no enlace de seus corpos
A sombra e a luz,
os contrários expostos
O Yin e o Yang,
masculino e feminino,
complementando-se num mesmo universo
O TAO em sua manifestação
Universo em expansão
Numa explosão de matizes
Numa mistura de sensações
A morte e a vida
numa só pulsação


Ianê Mello



Embriaguez

o céu, som do pincel...
depois de armado o veludo 
em tendas de vermelho aberto,
depois de pintar amor em amarelo,
não há coisa que permaneça em si...
luzem pretos de cortes horizontais,
morrem brancos sob tons de cinza;
e isso é como giram os amantes;
uma canção ao fundo ecoa;
depois é como avançam
suas mãos e bocas,
até jorrarem
líquidos,
gritos,
egos,
ais.
 ...


Ricardo Fabião




Diálogo Poético - Colaboradores: Ianê Mello, Ricardo Fabião

10 comentários:

Ana Tapadas disse...

Embriaguês de luz e de sonhos
de poemas,de beleza...
Lindo desafio
bjs

Ianê Mello disse...

Uau....

Lindo demais, Ricardo!

Beijos

Amapola disse...

Bom dia, Maria Bonfá.

O quadro e os poemas são belos.
Eu vi na pintura, uma espécie de vida após a morte.

Mateus Luciano disse...

ianê já fiz as coisas que você me recomendou da uma olhadinha e enviei alguns convites para divulgação do blog
beijos bom dia qualquer duvida me chame.

Marjorie Bier disse...

Não consegui me deter na imagem. Fiquei com a palavra tao martelando como um mantra (que eu acho chatinho, chatinho). A única coisa que me vem em mente é um trocadilho infame: O SER TAO VAI VIR AMAR.

Basiers

Solange disse...

eu vejo que, mesmo fechando os olhos, essas figuras pulsam em nosso coração..
bjs.Sol

Ianê Mello disse...

Amapoula, Marjorie e Sol,

o interessante é justamente isso, a margem que este tipo de pintura dá à diversas interpretações.


Bjs

Ianê Mello disse...

Valeu, Mateus.
Seja bem vindo ao blog.


Bjs

Janaina Amado disse...

"Exploravam o mundo, quando ele de repente se derreteu em cores, com invasão do amarelo." Foi o que me ocorreu, ao ver a imagem. Achei seu blog criativo, abraços! :-)

Ianê Mello disse...

Janaína,

legal sua observação. Gostei.

Obrigada.

:-)

Related Posts with Thumbnails