O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Ponto de Vista

Salvador Dali - Adolescente


Lucidez ou loucura
o que essa imagem lhe sugere?
Se é loucura, pra que a cura,
se quando a vejo minh'alma engrandece!

Quantos símbolos ela esconde
Detalhes de tamanha riqueza
Que quanto mais a olhamos
mais percebemos sua beleza

No mar um corpo de mulher
sentada em sua beira o contempla
E um menino próximo a ela
parece fixo em sua presença

Das águas deste mesmo mar
vislumbro o rosto de uma mulher
Seus grandes olhos a fitar
Sua boca num sorriso de quem quer
quem sabe alguém encantar

Quem saberá dizer
o que pensava Dali
ao pintar esse belo quadro?
E quem pode querer
ter a certeza absoluta
de tê-lo interpretado?

Na verdade, o que importa
é o fascínio que ele exerce
por fugir ao convencional
Seu fascínio está no surreal
e na busca de um significado
que foge à um padrão normal.





Ianê Mello

 
....................................................


.
Hoje o mar
Levanta-se, num abraço,
Vem me abraçar.
E eu, submergida
em suas ondas,
Paro a lhe contemplar
E também me torno mar.
Em desatino e desvario,
Abraço todos os rios,
Quero, verdadeiramente,
Ser somente mar.
Hoje, o mar me abraçou
E, ao sentir o seu temular,
Desabo-me em puro sonho
E aprendo a ser só mar.

Lice Soares


Diálogo Poético - Colaboradores: Ianê Mello, Lice Soares

2 comentários:

Solange disse...

que delícia passar por aqui..
bjs.

Ianê Mello disse...

Solange,

me sinto muito feliz por isso.

Grande beijo.

Related Posts with Thumbnails