O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Mulher sem Rosto

 



Pintura de Adolfo Payés "Un rostro llamado ausencia..."


Uma mulher sem rosto
quão misteriosa pode ser?
Sem olhos para expressar e seduzir
Sem o olfato para sentir os odores
Sem lábios para dizer o que sente
e beijar o corpo amado

O que é uma mulher sem rosto?
Sem identidade, sem expressividade,
apenas um corpo a usufruir?
Quão bela pode ser uma mulher sem rosto?
Se o seu rosto é a sua marca, a sua presença

Uma mulher sem rosto é apenas um corpo
Um corpo como outro corpo qualquer
Uma meretriz a mais para satisfazer 
os carnais desejos de um homem
Um homem que da mulher deseja
nada mais do que um corpo,
um pedaço de carne 
pra saciar seu apetite voraz.


Ianê Mello




Diálogo Poético - Colaboradores: Ianê Mello





6 comentários:

Machado de Carlos disse...

Amor de Ilusão
Machado de Carlos

À noite recebi o teu bilhete;
Ouvi uma música linda e sem nexo
O céu era nada e sem nenhum luar
Senti o cheiro do teu sexo frágil.

Havia sol no seu disco musical
Tudo o que é meu estava na blusa
Guardei a pétala cor de papel
Beijei a pétala e tua blusa espacial.

Tudo foi vão, rude, sem nexo...
Hoje só tenho o teu disco lunar
À noite ouço a tua música solar.

Fizemos sexo sem amor, sem nada...
Sinto o cheiro do bilhete sem nexo
Não tenho noite, nem cheiro, nem sexo...


Ribeirão Preto, 05 de setembro de 2003.
13h23 min.

Pérola disse...

Nem sempre meu querido.
As vezes estar sem rosto é se proteger da ignorância humama.
Amei a sua postagem,parabéns por tão bom gosto.
Um lindo dia.
Beijos.

jefhcardoso disse...

Ianê, parabéns! De forma delicada você transcorreu e no final com energia deixou um pouco a delicadeza e manifestou sua indignação. Concordo com seu pensamento. Amemos ao conjunto (rosto, corpo com os belos defeitos que nos diferencia e faz-nos quem somos, alma que seduz...). Abraço: Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com .

Ianê Mello disse...

Machado,

lindo poema.
Porque não o postas, numa outra postegem.

Beijos, amigo.

Ianê Mello disse...

Perola,
seja bem vida mais uma vez.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Jefh,

com ceteza , amigo, você captou bem a intenção.

Apareça sempre.

Beijos.

Related Posts with Thumbnails