O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 21 de fevereiro de 2010

Canção da Vida





Numa casinha escondida
a um canto do coração
lá a saudade mora
onde canta uma canção

Reviver tempos vividos
na beleza de outrora
Quisera poder relembrar
um pouco da minha história

Construída com muito zelo
por momentos bem vividos
e outros ainda por viver
pelo tempo corrompidos

Mas enquanto vida eu tiver
hei de cada instante viver
como se fora o único
pois o que se leva dessa vida
são os momentos que se pode obter


Ianê Mello




Diálogos Poéticos - Colaboradores: Ianê Mello

7 comentários:

Angélica Lins disse...

Muito bom Ianê!
Parabéns!
Abraço

Sandra Botelho disse...

Com certeza amiga.
E o incrivel é que nunca sabemos quais momentos de nossa vida se tornarão inesquecives.
Nos pegamos relembrando coisas que nem demos tanto valor na epoca, pequenos acontecimentos, que hoje são inesqueciveis.
Lindo poema, doce e cheio de sensibilidade.
Bjos querida um lindo domingo pra vc.

Ianê Mello disse...

Angelica e Sandra,

é verdade, é importante saber viver os momentos.

Obrigada pela presença.

Grande beijo.

Ana Tapadas disse...

Lindo!
bj

Maria Flor! disse...

Olá Ianê,
Lindo...Lindo de viver seu blog.

A Maria Bonfá me fez o convite e aceitei, infelizmente não recebi seu convite, meus e-mail:
ruty_miriam@hotmail.com ou
miriammisadre@gmail.com
aguardo anciosa seu convite.

Grata.

Beijos........

Ianê Mello disse...

ANA,

OBRIGADA.

BJS.

Ianê Mello disse...

Maria,

obrigada, querida.

Houve algum equívoco, então. Vou mandar o convite. Grande beijo.

Related Posts with Thumbnails