O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




terça-feira, 30 de novembro de 2010

REVELAÇÃO

Pintura de Francine Van Hove



Ao contemplar-me
em traçados diversos
sinto meu corpo
a desnudar-se
na pureza dessa tela
e bela me imagino
no tempo que perpassa
e cada momento
único e sólido
em meus traços se revela
Em mim mesma
me refaço.



Ianê Mello


Faces conflitantes




Ao contemplar-me
Frente ao espelho
Rejeito o mais velho
Que olha pra mim.
Ele é enrugado
Tem um rosto cínico
Já não é mais começo
Está perto do fim.
Quem é esse cara
Que me olha na cara
E depois cabisbaixo
Resolve voltar?
É só um qualquer
Que esquece de si
E passa a vida inteira
A me procurar.
Quem é esse cara
Que agora me encara?



Jairo Cerqueira

Ao contemplar-me no espelho
tenho que ter generosidade
pois as marcas que aqui estão
são simples marcas da idade
que me passam despercebidas
pois com elas me acostumei
são longos dias de vida
reflexo de desencontros
de encontros e despedidas
de chegadas e muitas voltas
de algumas idas e vindas
E a revelação maior
não é no espelho refletida
são nas marcas que vão na alma
pelo que fiz da minha vida!


Nalva Araújo

Diálogo Poético  Ianê Mello/  Jairo Cerqueira/ Nalva Araújo

9 comentários:

Valquíria Oliveira Calado disse...

Lindo , maravilhoso, aplaudo, beijos.

Jairo Cerqueira disse...

Faces conflitantes

Ao contemplar-me
Frente ao espelho
Rejeito o mais velho
Que olha pra mim.
Ele é enrugado
Tem um rosto cínico
Já não é mais começo
Está perto do fim.
Quem é esse cara
Que me olha na cara
E depois cabisbaixo
Resolve voltar?
É só um qualquer
Que esquece de si
E passa a vida inteira
A me procurar.
Quem é esse cara
Que agora me encara?

Jairo Cerqueira

Bjs, Ianê.

Marta disse...

Não gosto de me olhar depois....
Não gosto de dizer o que vejo....
Ali, não sou a tua amiga, a tua amante.
Sou apenas um estudo, um esboço, um tributo à tua criatividade...
Ainda bem que não me pintaste o olhar - podia atraiçoar-te e dizer o que te digo apenas na intimidade do quarto....
Amo-te....

Beijos e abraços
Marta

Malu disse...

A melhor reconstrução é aquela que podemos fazer em cima de nós mesmos.
Um abraço.

Ianê Mello disse...

Grata Valquria. Fico feliz com sua presença.

Bjs.

Ianê Mello disse...

Obrigada Jairo pela linda contribuição. Já está postado lá.
Bjs.

Ianê Mello disse...

Feliz por sua presença e comentário, querida Marta.

Grande beijo.

Ianê Mello disse...

Sim Malu, essa é a recosntrução verdaddeira.

Bjs.

Analuka disse...

Ótima postagem, casamento perfeito entre os poemas contrastantes e a imagem. Estou adorando passear por aqui! Abraços alados.

Related Posts with Thumbnails