O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Perséfone



Como saciar a dor, ó Perséfone, cuja mãe é a paixão?
Não a paixão dos fracos ou dos rendidos,
Dos loucos sem loucura, dos homens sem inteligência,
                                                       [dos gênios sem sabedoria,
Mas dos bravos descendentes de Aquiles,
Dos honrosos herdeiros de Ulisses.

Como saciar a dor cuja causa é o prazer, ó Perséfone?
O prazer dos defensores, dos desbravadores, dos sensatos,
                      [dos justos, dos atormentados mas destemidos.
Dize, ó Perséfone, tu que foste arrancada do seio de tuas
                                    [flores para comer romãs na eternidade,
Tu que, como Eva, foste enganada e condenada à saudade
                                                                                    [e ao lamento,
Dize: como fizeste para saciar a dor, ganhar a
         [complacência de Hades, a generosidade de Zeus e te
                                                    [manteres viva estando morta?

RODRIGO DELLA SANTINA

4 comentários:

の Ďสήđặяส ™ disse...

O desejo, a busca...Todos eles voltados a um tipo de prazer que precisamos suprimir ao longo de nossas vidas.





Belíssimo, post! amei seu blogger

Magia da Inês disse...

♥♥ Olá, amiga!
Passei para uma visitinha...♥♥
Gostei de tudo o que vi e li!...♥
Amei mesmo!!!
♥ Bom fim de semana!
Beijinhos.
♥♥ Itabira
Minas♥♥
✿ܓܓ✿ܓ✿ܓ

Rodrigo Della Santina disse...

Olá! Agradeço-lhes, em meu nome e em nome de Ianê, a visita ao blog. E ainda a apreciação do poema.
Grande abraço a ambas,

Ana Tapadas disse...

Eterna procura...
beijo

Related Posts with Thumbnails