O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Atrevo-me


Atrevo-me
A poetizar
A ousadia
Da palavra.
Desnudar
O conteúdo do momento.
Sacrificar o choro
A esta intangível paixão.
Sobrevivendo, somente,
Deste amor
Que me subjuga...
Que me move.
Que me alimenta...
E me destrói.
 




Bravo




(...)


E o meu ser atiçado,
jogado, atirado,
balança-se, quer explodir.
E nessa explosão,
aparentemente, sem razão,
guiada pela emoção,
me espreita, me atiça,
para depois fugir...
Ai de mim!


Deixa-me, agora, atrevida,
Por essa ânsia, sorvida,
subjugada, incontida
Lanço-me em palavras
Mergulho-me, nesse turbilhão...
Ai de mim, atrevida,
A ousar-me na canção.


Otelice Soares


Atrevo-me...
A amar-te...
A desejar-te claramente...
Num abraço esfomeado...
Numa carícia impaciente...
Numa provocação desmedida...
Amar-te sem regras, amar-te com alma...
Atrevidamente....



Marta

7 comentários:

Vixuz disse...

Lindo poema! adorei...
em resposta devolvo um da Alice
lindo também...

abraços!


Tem palavra
Que não é de dizer
Nem por bem
Nem por mal
Tem palavra
Que não se conta
Nem prum animal
Tem palavra
Louca pra ser dita
Feia bonita
E não se fala
Tem palavra
Pra quem não diz
Pra quem não cala
Pra quem tem palavra
Tem palavra
Que a gente tem
E na hora h
Falta

alice ruiz

Ianê Mello disse...

Parabéns aos amigos Bravo e Otelice pelos belos poemas.

Bjs aos dois.

Ianê Mello disse...

Vixux,

obrigada pelo comentário

Lindo poema de Alice Ruiz.

Volte sempre.

Marta disse...

Atrevo-me...
A amar-te...
A desejar-te claramente...
Num abraço esfomeado...
Numa carícia impaciente...
Numa provocação desmedida...
Amar-te sem regras, amar-te com alma...
Atrevidamente....

Beijos e abraços
Marta

A Escafandrista disse...

que lindo!!! tão inspirador...

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

O que é um poeta se não for atrevido. A arte permite isso e você se utiliza muito bem disso. Beijão

Paulo Francisco disse...

Lindos poemas!!!!!

Related Posts with Thumbnails