O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Sonho Real



Sonho Real


Chegaste com teu corpo selvagem!...
Ah!... Ímpetos... Mergulhei na floresta...
No ilícito encontro de festa,
E com suaves deslizes na viajem!...


Tudo era leal e, na vantagem
Senti todo o Império da fresta!...
Ah!... Rosa úmida, graúna mestra...
Tomei as gotículas da tua imagem!


Amei as batidas do teu pulso;
No vai-vem morri em cada impulso...
Tenho tua marca de bronze na relva!...


Naquela noite, — únicos... Âncoras!...
Tomei a taça de mel; cheio de âmbar!
Anelei em teu corpo: — Bela Selva!...


Machado de Carlos







2 comentários:

Sandra Botelho disse...

Quando os sonhos se concretizam a felicidade se faz plena.
Bjos achocoaltados

Ianê Mello disse...

Lindo, amigo.
Agradeço seu retorno . Todos sentimos saudades. Bjs.

Related Posts with Thumbnails