O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Desejo / TOQUE DE CETIM


Desejo
Respirar o sol
De que és feita.
Perder-me
Nesse teu corpo
Em labaredas de prazer.

Desejo
Esse odor a maresia
Dessa pele feita de agua.
Que me envolve
E refresca
Do fogo
Que arde em mim.

Desejo
O clímax da noite.
A volúpia
Da paixão.
Onde o êxtase
Do momento
Termina…
No silêncio do amor.

Desejo…

Bravo




Encontra-me,
funde-te em mim...
Fala-me...
Com palavras,
com beijos profundos,
com as mãos,
com o corpo louco...
Repousa em mim;
desafia-me...
Abraça-me...
Porque já estou vencida e desejo-te...
Apaixonadamente...



Marta

TOQUE DE CETIM






Ao toque das mãos nuas sobre sua pele lisa
Sinto o arrepio a percorrer seu corpo
que estremece de prazer
Toco mais suavemente
e sinto ele relaxar pesadamente
nos lençóis de cetim vermelho
Sua pele branca que contrasta
com o vermelho sangue 
excita meus sentidos já aguçados
Percorro com minha boca úmida
cada centímetro de sua pele
Beijo, mordisco, passo minha língua de leve
Você está entregue...inteiramente
Nesse momento mágico
que se prolonga na madrugada
até o nascer de mais de um dia
com o sol a penetrar 
pelas frestas da cortina...
Amanhece.


Ianê Mello



Diálogo Poético- Colaboradores: Bravo(pintura e poema)/ Marta/Ianê Mello


7 comentários:

Pat. disse...

Desejo toda alegria do mundo para este artista Português tão querido!

Que poema Bravo!

Um beijo.

Marta disse...

Encontra-me,
funde-te em mim...
Fala-me...
Com palavras,
com beijos profundos,
com as mãos,
com o corpo louco...
Repousa em mim;
desafia-me...
Abraça-me...
Porque já estou vencida e desejo-te...
Apaixonadamente...

Beijos e abraços
Marta

Manuel disse...

E como eu desejo continuar a ler poemas como este.
Muito bom.

Lídia Borges disse...

De que matéria é feito o desejo?

Água, fogo, terra, pele?...

Bonito!

Ianê Mello disse...

Obrigada à todos pelos comentários.

Obrigada, Bravo, por aqui ter retornado. Sentia falta de seus poemas e pinturas.

Bjs à todos.

Insana disse...

o desejo é feito para ser sentido.

bjs
Insana

Ianê Mello disse...

Perfeito Insana...concordo

Bjs

Related Posts with Thumbnails