O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




segunda-feira, 12 de abril de 2010

Mundos Paralelos





As fotografias falharam 
ao abordar as diversas maneiras
de sentir um beijo.

As manifestações coloridas 
transformaram o amor
em um objeto perceptivo.

Falharam as telas dos grandes pintores
de apreender o calor dos corpos
em plena paixão.

As formas 
encontradas nas tintas não penetram 
nos sentimentos.

O amor tem seus inúmeros significados
sua própria semântica, 
que somente o coração
traduz com fidelidade.

Falharam as esculturas
ao tentar traduzir a respiração ofegante 
dos corpos depois do prazer satisfeito.

Somente o corpo pode traduzir
a textura e a umidade 
de outro corpo com felicidade.

No exercício da busca pela perfeição
o artista procura sempre nas artes
o significado sensorial que sua alma sente.


Marcello Lopes






Diálogo Poético - Colaboradores: Marcello Lopes

7 comentários:

IVANCEZAR disse...

SEM DÚVIDA ... PROVAVELMENTE SEUS VERSOS DEBELEM A FRONTEIRA INVISÍVEL DO MUNDO SENSORIAL COMUM E DO MUNDO VISTO PELO ARTISTA.

Zélia Guardiano disse...

Marcello
Você fala de dois mundos paralelos, como bem diz o Ivancezar. Seu poema , lindíssimo, tem muito de " feijão e de sonho"...
Parabéns!!!
Um abraço

Jairo de Salinas disse...

Excelente o seu texto. Tudo é tentativa, aproximação, similaridade. A essência (o essencial)é invisível aos olhos tolos.
Parabéns!

Ianê Mello disse...

Por mais que se tente nada pode definir o amor.

Belo poema.

Beijos.

poeta do inverno. disse...

isto mesmo, todos falharam menos aqueles que intensamente sentiram.

minha primeira vez neste espaço e eu ficarei mais.

saudações

Lara Amaral disse...

Marcello, ter sua participação aqui só enriquece mais este espaço.

Que bom vê-lo neste blog coletivo que só cresce a cada dia.

Beijo.

Marcello disse...

Ivan - meus poemas servem exatamente pra isso.

Zélia - Muito obrigado pelas palavras

Jairo - Obrigado, a aproximação deve muito ao desejo.

Ianê - Obrigado pela oportunidade

Poeta - Volte sempre

Lara - Obrigado pelo apoio constante, comentários poéticos e pelas indicações, sem você não escreveria aqui. Beijos

Related Posts with Thumbnails