O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 15 de julho de 2010

Tempo

Serpentes margeiam meu ser
hora por um lado,
hora dentro de meu ser
serpenteando os ponteiros
passando como lunáticas
sapateando sobre os ponteiros
como um conta-gota
buscando cada segundo
inevitável de conter
bravamente vejo o meu tempo,
passar sem dó de meu tempo
Oh! tempo cruel
que esqueceu de me dizer
que passaria,
e que,só então, eu perceberia
o velho sofá,
a luz apagada
as coisas desarrumadas
pobre ser,
quem sabe?
que possa
um dia ser eu ou você!
então pense no seu tempo
no seu deserto a desbravar. 

 Mateus Luciano



dedicado ao amigo do passado. video imagens colhidas da tv Globo musica autoria Mateus Luciano Mateus Luciano
video

6 comentários:

Luís Coelho disse...

Boa noite
Agradeço a visita ao lidacoelho.
Fico feliz quando as pessoas dizem que gostaram e que perceberam a mensagem.

O seu género poético é muito diferente.
Serpentes que serpenteiam o tempo dos ponteiros serpenteando.
Tempo cruel..........

Lou Albergaria disse...

Mateus,

Gosto muito do que escreve sempre!

Pena que o vídeo não abriu infelizmente.

Beijos!!!

MAILSON FURTADO disse...

Excelente texto!!!

Parabéns, belo blog...

PARABÉNS!!!

Acesse:
http://mailsonfurtado.blogspot.com

Lou Albergaria disse...

Agora consegui assistir ao vídeo. Excelente! Como somos pequenos diante da grandeza e da FORÇA DA NATUREZA!!!

Admirável sua escolha! Parabéns, Mateus!!!

Beijos!!!

Zélia Guardiano disse...

Muito lindo, Mateus Luciano!
Muito lindo!
Parabéns, amigo!!!
Abraço

Lilian disse...

Esse texto me fez lembrar de duas frases de uma pessoa que considero como um dos maiores filósofos contemporaneo brasileiro: Pe Fábio de Melo, em um de seus Cds, ele vem trazendo um embate com o tempo e diz: ele sacerdote das humanas razões. Em outra frase dele em seu Twitter escreve: "que bom que na vida tudo passa". O tempo pode ser cruel, mas ele sempre nos traz à luz da razão, quando nossas emoções estrapolam nosso limite de compreensão. Talvez seja a nossa emoção nossas serpentes...

Related Posts with Thumbnails