O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sábado, 18 de dezembro de 2010

Vozes do Tártaro


Eu ouço as vozes murmurantes do mormaço
Me torturando, me marcando como gado.

O vento amarra meu destino em meu pescoço
E eu caio ao Tártaro, sem luz, como um passado.

RODRIGO DELLA SANTINA

6 comentários:

Camila Lima disse...

Belas palavras! Adorei!

Amor feito Poesia disse...

" Guardo-te num terno entardecer
Que vejo da janela do meu coração.
Os ventos trazem teu perfume.
O silêncio ...
Uma saudade que não cala. "

( Bruno de Paula )

Feliz Domingo....Beijos meus! M@ria

Jane C.Z. disse...

Levantando do Tártaro, fiz uma mensagem de Natal e Ano Novo para vocês dois e para os leitores. Chama-se

AQUELE DIA

Sabe aquele dia perfeito, aquele dia de sol rindo às gargalhadas, um ventinho modesto se escondendo atrás da roupa no varal, aquele dia em que tudo cheira bem, toucinho, jasmim, manga, cheiro de tinta na revista nova, aquele dia que antecede a festa, parece sábado de manhã, feira livre com barraca de milho verde fumegando, doce de abóbora, cocada, aquele dia de bala de coco, pudim de leite condensado, churrasco só de alcatra, vinho bom e vermelho, aquele dia em que os cachorros estão dóceis e os gatos dormindo, os passarinhos cantando e as formigas sumidas, aquele dia colorido de tanta flor e vestidos estampados, bandeirinhas sem motivo algum, aquele dia em que apareceu, de repente, o livro perdido, o anel perdido, e o cabelo está lindo, as crianças tomando sorvete sem pingar nada, aquele dia do amigo no portão querendo café, das melhores lembranças sem eira nem beira voltando à baila e, por coincidência, repetem-se as melhores histórias com as mesmas personagens, aquele dia separado pra assistir filme europeu e todos gostaram, família reunida, sabe, aquele dia de gravidez, de neném, de bijuteria nova, de passeio no parque, aquele dia de amor bem feito, de beijo e abraço, mãos dadas, risos e taças, dia de sim?
Pois é.

Feliz Natal.

PS: Meu nome, só para informação, é Jane Chiesse (com 2 's'). Felicidades!!!

Malu disse...

Vim para deixar um grande NATAL e um ANO NOVO repleto de PAZ, HARMONIA e PROSPERIDADE.
BOAS FESTAS!!!!

Ianê Mello disse...

Agradeço à todos pelo carinho da presença e faço votos de um feliz natal e um ano novo repleto em alegrias e realizações.

Grande beijo.

Rodrigo Della Santina disse...

Agradeço de coração a todos e a Ianê pela leitura e apreciação dos versos!
Um Grande abraço a todo mundo!

Related Posts with Thumbnails