O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

CANÇÃO INTERIOR



Como um gemido contido
...a alma desabrochar
lenta e mansamente

No silêncio
ao escorrer das horas
no quarto vazio

A dor que resvala
entre paredes
e tetos da casa

Essa nota insistente
em meu ouvido
seja noite...

seja dia...
ela persiste
sombria

Ianê Mello


Chove lá fora a voz de um anjo aflito.
Cai à janela, delicadamente,
O seu pudor, o seu desejo, implícito,
Aos meus olhos fazendo um lindo enfeite.


RODRIGO DELLA SANTINA

16 comentários:

Camila Lima disse...

Maravilhosos versos, poetisa!

nacasadorau disse...

Amiga Ianê!

Há dores que persistem e não nos deixam respirar...
É uma angústia, uma nostalgia, melancolia, algo que se cola à alma e não nos permite sorrir.

Todos sofremos de dias assim mas poucos os sabem descrever tão bem.
Parabéns.

beijo

Mgomes - Santa Cruz disse...

Ianê: Linda poesia como sempre adorei continua escrevendo porque escreves maravilhosamente bem gosto de ler os teus poemas.
Beijos
Santa Cruz

Jane C.Z. disse...

Beleza de poema, Ianê! "Essa nota insistente... seja noite... seja dia... ela persiste sombria" é lindo, isto. E aqui vai mais um MINICONTO:

MINICONTO - 2

O homem carrancudo vomitou palavras e gestos e as crianças riram à beça daquela lição de navegação.

Naty e Carlos disse...

"Se chovesse felicidade, eu lhe desejaria uma tempestade. Feliz Natal e um Prospero Ano Novo repleto de saude paz amor na companhia de todos os que vos são queridos.
São os nossos maiores desejos.
Bjs com carinho

PRECIOSA disse...

Olá amigo poeta!
Que seu Natal seja iluminado
Que 2011, seja uma benção
Junto aos seus familiares
Que sua alma de poeta, continue nos dando o prazer de acompanha-lo
nas suas belas escritas.....

Abraços carinhoso
Preciosa Maria

Rodrigo Della Santina disse...

Olá, minha cara, andei sumido não? Bonito poema o seu. Fiz uma pequena contribuição ao tema.
Abraço,

Ianê Mello disse...

Obrigada, Camila.
Bjs.

Ianê Mello disse...

Sim, amiga, a dor é própria do humano.

Obrigada pela presença.

Bjs.

Ianê Mello disse...

Agradeço, amigo, pela constante presença.

Bjs

Ianê Mello disse...

Jane,

fico feliz que tenha gostado.

Postarei o seu miniconto.

Bjs, querida.

Ianê Mello disse...

Naty e Carlos,
agradeço e retribuo os votos.
Muita paz, amor e saúde no ano vindouro.

Beijos.

Ianê Mello disse...

Maria,

agradeço e retribuo com votos de um feliz natal e um ano novo repleto em realizações.
Bjs.

Ianê Mello disse...

Olá, Rodrigo!

Entendo que por vezes nos falta tempo para percorrer os blogs.

Obrigada pela visita e contribuição.

Abraço.

Paulo Francisco disse...

Adorei! passeando pelo seu blog...
Um beijo.

Ianê Mello disse...

Obrigada, Paulo. Volte sempre.
Beijos.

Related Posts with Thumbnails