O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

MENSAGEM DE NATAL

Gerard Von Honthorst



De novo é Natal
e o que nós fizemos?
Assim cantava John
em Happy Xmas.
Tantos natais ouvimos
esta mesma canção
e nada fizemos de fato.

Quantas vezes estendemos as mãos
à um irmão em súplica?
Quantos sorrisos doamos
e verdadeiramente enxergamos
o ser humano ao nosso lado?

Que este Natal traga
Novamente em sua vida
a oportunidade de ter
o pensamento iluminado
em ações de irmandade
E que possamos assim
diminuir a distância entre
a intenção e a realização.

Que o sentimento de amor fraterno
possa habitar o coração dos homens
e numa intensa e branca luz
a paz ilumine tudo ao redor,
suplantando todo o sofrimento e dor.


São os votos de

Ianê Mello e Beto Palaio

6 comentários:

J Araújo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
J Araújo disse...

Que nesse natal, possamos rever o nosso passado para melhorar o nosso futuro. Que Deus nos abençoe e brilhe com sua luz perante você, abrindo o caminho até Ele!
São os votos de J Araújo

Nick the greek disse...

Excellent work!

Your page is in our International friendly blogs section in the first page of our blog.

http://nerokota.blogspot.com/

Jane C.Z. disse...

AQUELE DIA

(de Jane Chiesse Zandonade)

Sabe aquele dia perfeito, aquele dia de sol rindo às gargalhadas, um ventinho modesto se escondendo atrás da roupa no varal, aquele dia em que tudo cheira bem, toucinho, jasmim, manga, cheiro de tinta na revista nova, aquele dia que antecede a festa, parece sábado de manhã, feira livre com barraca de milho verde fumegando, doce de abóbora, cocada, aquele dia de bala de coco, pudim de leite condensado, churrasco só de alcatra, vinho bom e vermelho, aquele dia em que os cachorros estão dóceis e os gatos dormindo, os passarinhos cantando e as formigas sumidas, aquele dia colorido de tanta flor e vestidos estampados, bandeirinhas sem motivo algum, aquele dia em que apareceu, de repente, o livro perdido, o anel perdido, e o cabelo está lindo, as crianças tomando sorvete sem pingar nada, aquele dia do amigo no portão querendo café, das melhores lembranças sem eira nem beira voltando à baila e, por coincidência, repetem-se as melhores histórias com as mesmas personagens, aquele dia separado pra assistir filme europeu e todos gostaram, família reunida, sabe, aquele dia de gravidez, de neném, de bijuteria nova, de passeio no parque, aquele dia de amor bem feito, de beijo e abraço, mãos dadas, risos e taças, dia de sim?
Pois é.

FELIZ NATAL
a todos os amigos!

Folhetim Cultural disse...

Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
Vamos trocar conhecimentos...
Ass: Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Ianê Mello disse...

Agradeço à todos presença e os votos, que faço questão de mais uma vez retribuir.

Obrigada, Magno, visitarei seu blog.

Abraços fraternos à todos.

Related Posts with Thumbnails