O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 3 de junho de 2010

Sinto-me assim!


Hoje, sinto-me assim!
Um fantoche de mim.


Bravo





Televisionado


A tv disse ‘ligado’
Eu iniciei
A tv disse ‘compre’
Eu comprei
A tv disse ‘vista’
Eu vesti
A tv disse ‘beba’
Eu bebi
A tv disse ‘seja’
Eu fui
A tv disse ‘vote’
Eu votei
A tv disse ‘alienado’
Não entendi
A tv disse ‘desligado’
...
A tv disse ‘ligado’
Eu voltei.


Ricardo Fabião 



Acordei...mais um dia
Vesti-me como uma autômata
Jeans,camiseta e tênis
Cabelos em desalinho
Olhos de uma noite mal dormida

Dentro do peito um vazio
Uma vontade de nada
Bati a porta de casa e saí
Tudo parecia tão igual
Eu tão igual a mim mesma

Os olhos embaçados
turvavam minha visão
Seriam lágrimas que rolavam em minha face?
Não importa, é sempre assim

Caminhei...caminhei... quanto tempo não sei
Tanto faz, afinal, o que é o tempo?
Pensava que ao sair à rua encontraria mais calor
Mas senti mais frio do que antes

Pensava encontrar rostos amigáveis,
uma palavra, um abrigo
Mas meu corpo estava frio
Cada vez mais gélido

Voltei pra casa correndo
Deitei enrodilhada em minha cama
Puxei o edredon até não mostrar mais meu corpo
Pouco a pouco meu corpo se aqueceu...
Adormeci.



Ianê Mello




Às vezes, sinto-me tão só...
Baixo os olhos, não sorrio, quero ser apenas sombra....
Se baixo os olhos, não posso ver o sorriso dos outros...
Se não sorrio, também o Sol não me sorri e sinto-me realmente só.
Sou esquecida....o meu nome é uma folha velha no lixo...
Marta


Diálogo poético - Colaboradores: Bravo(imagem e poema), Ricardo Fabião, Ianê Mello, Marta



6 comentários:

Ricardo Fabião disse...

Às vezes sou tão alheio a mim que me desconheço.

Pessoal, andei meio afastado (trabalho), mas recomecei aqui em bom pé, ao lado do Bravo e da Ianê.

Beijos,
abraços.

Ricardo.

Ianê Mello disse...

Ricardo,

meu amigo, bom retorno.

Seja super bem-vindo.

Grande beijo.

Cria disse...

Teu espaço é encantador !

Marta disse...

Ás vezes, sinto-me tão só...
Baixo os olhos, não sorrio, quero ser apenas sombra....
Se baixo os olhos, não posso ver o sorriso dos outros...
Se não sorrio, também o Sol não me sorrie e sinto-me realmente só.
Sou esquecida....o meu nome é uma folha velha no lixo...
Beijos e abraços
Marta

Ianê Mello disse...

Amigos e colaboradores,

vocês me emocionam.

Obrigada por estarem aqui.

Grande beijo à todos.

Nalva disse...

Tenho a tristeza e a indiferença por companheiras...
Espero que a morte me seja hospitaleira...
Não demore muito ,que venha ligeira...
Me leve embora de vez,me livre pra sempre dessa lixeira!

Related Posts with Thumbnails