O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 10 de junho de 2010

Começar de novo.



Guardei!...
Guardei na cave fria e húmida,
Numa mala velha e sofrida.
Onde os bichos, hoje, dormem.
Retalhos da minha vida.
Tranquei a porta,
Joguei fora a chave
E comecei tudo de novo!


Bravo

4 comentários:

Otelice Soares disse...

Parabéns!
É sempre bom recomeçar.

Pat. disse...

É sempre tempo de renovar...
Beijos meu amigo querido.

Jairo Cerqueira disse...

Recomeçar das cinzas
Como um pássaro que ressurge
Levitar sobre as maldades
Superar os desafetos
Abraçar um mundo novo
Desvirginar florestas virgens
'Fênix' de quem alcança
A dádiva do soerguimento.
Vlw, Bravo!
Bjs, Ianê!

Ianê Mello disse...

Bravíssimo!!!!

Bjs.

Related Posts with Thumbnails