O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 17 de junho de 2010

Desafio Poético com a maravilhosa pintura de Adoilfo Payes

Vamos nos inspirar nesta linda pintura de Adolfo Payes.


























Pintura de Adolfo Payes


Pássaro Encantado

Amanhã verei a menina bonita?!
- Vem minha sabiá, dê-me tua coragem
Liberta-me. Seguiremos viagem...
Até quando pagarei esta vindita?

Preciso tanto de tuas asas benditas
Vencerei esta neve. Chegarei à margem
Meu pranto agora se fez mensagem
Até quando esta provação prescrita?

Como criança choro pelo teu amor
Como a planta clama ao sol pela cor.
- Não sei voar por esta noite calma.

Fito a tua foto, aumenta a solidão
Lembro os tempos azuis - Dói coração!
- Volte, pássaro. Meu encanto. Minha Alma!...

Machado de Carlos

Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1665328







4 comentários:

HM disse...

Os tempos azuis da presença, o pássaro que emprestava a sua visão, levando-a para longe da escuridão, onde mora a solidão.
Vencer a neve, o frio, derreter as angústias, na lareira do sagrado amanhecer...

Ianê Mello disse...

Belíssimo, meu amigo.
Obrigada por estar aqui. Grande bj.

Ianê Mello disse...

HM,


belíssimo seu comentário. Obrigada. Bjs.

Marta disse...

Se me sentar na posição de Buda, se fechar os olhos, se me alhear do presente e regressar ao interior da minha alma, vejo-te...
Sinto-te, afago-te, pinto-te nas cores do arco-íris...
Se chego ao céu, se descanso na leveza das nuvens, sou livre como o passáro que me ensinou a voar....

Beijos e abraços
Marta

Related Posts with Thumbnails