O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 1 de abril de 2011

AhCORDA!



Acorda! o sonho poesia

Abraço
Teu peito, meu abrigo
Enlaço
Na pele, o pecado absolvido

Lábios molhados

Enxugam a música, que
goteja de teus beijos.

Vem, e me cobre de ninho

Preciso amanhecer em tuas asas
Logo bem cedo

Lou Albergaria

13 comentários:

Isabel Montes disse...

O seu espaço é EQUILÍBRIO que conduz o leitor ao seu interior.

Parabéns!

Isabel Montes
http://isabelmontes-poemas.blogspot.com/

Vinicius.C disse...

Será que o poeta pode ver?
Será que a margem do meu rio segue a linha do talvez?

Eu quero o peito como abrigo, mas deixe o meu pecado eu quero por ele a prisão perpétua!

Um beijooo e um ótimo fds!!

Te vejo no Alma.

Paulo Cheng disse...

Olá Zélia, como estais? Ótimo blog o teu, vim te agradecer a visita ao meu blog e seu comentário na entrevista do André, parabéns pelo blog, muito bom.

Já estou te seguindo.

Andréia disse...

A corda envolveu-me completa e docemente...
Belo espaço!

Andréia Freitas
www.sumodotempo.blogspot.com

CARLA STOPA disse...

"Me cobre de ninho..."Lindo isso.

Ana Tapadas disse...

Belo ritmo o do poema. Sugere bem a corda «bamba» com os seus perigos...
bjs

aikatherine disse...

vaikuttava kokemus. kaunis runo, me tarvitsemme siivet aamu auringon suudelma. ihana.

M@ria disse...

Tente. Sei lá, tem sempre um pôr-do-sol esperando para ser visto, uma árvore, um pássaro, um rio, uma nuvem. Pelo menos sorria, procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe.

Caio Fernando Abreu

Amor & Paz na nova semana! Beijos meus...M@ria

Sél disse...

Olá Ianê
Conheci seu blog hoje, gostei muito..
Logo de apresentação essa imagem maravilhosa, linda, linda, linda...
e muitas referências ao Tao

Eu não sou profunda conhecedora, mas admiro a filosofia Taoista.
Se bem que seja dificil adquirir a serenidade e a tranquilidade almejada pelo Tao, mas sempre é bom saber que existe algo que nos leve até esse "oásis" rsrs

Abraços e parabéns, seu blog é muito interessante.

tecas disse...

Este espaço é uma beleza de equilíbrio. Fiquei presa logo na paresentação.
Excelente ritmo na concepção do poema.
Uma vénia.
Cheguei ao seu blog por uma amiga.
Fiquei agradávelmente surpreendida.
Um encanto!
Uma vénia merecida.
Bfds.
Bjto e uma flor:)

Carol Morais disse...

Eu me vi presa nesses versos. Tantas nuances em um nude só!

M@ria disse...

Quero voltar a origem de certos tempos,
Atravessando montanhas de atmosferas
E sentir o perfume do seu coração!

José Bonifácio

Paz na semana que se inicia.
Beijo-te a alma e o coração! M@ria

Ianê Mello disse...

Agradeço à todos pelos comentários. Sejam bem vindos.
Beijos.

Related Posts with Thumbnails