O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




segunda-feira, 1 de agosto de 2011

PROJEÇÕES HUMANAS








Mulheres que se agrupam 
na sombra
esquecidas
extenuadas
sem sobressaltos

Mulheres que se agrupam
na sombra
contornos
imaginários
de vultos

Mulheres que se agrupam
na sombra
fazem nela morada
de cansaço
de canção
de quedas aflitas

Mulheres que se agrupam
na sombra
rebrilham em luz
interior
cultivam paz
em lugar da guerra insana

Mulheres que se agrupam
na sombra
seus filhos protegem
no ventre
nos braços
na barra 
da saia

Mulheres que se agrupam
na sombra
e invadem sonhos
de pobres homens
que dormem
solenemente
ao entardecer

Mulheres que se agrupam
na sombra
e do pranto
recriam o riso
e do espanto
redescobrem a coragem




Ianê Mello


Crédito de imagem:  Pintura de Miguel Rondon

Um comentário:

MIRZE disse...

Belíssimo, minha amiga!

Eu sou uma delas.

Beijos

Mirze

Related Posts with Thumbnails