O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Diálogo Poético: Beto Palaio e Ianê Mello





UNIVERSOS PARALELOS


Noite e dia correm lado a lado
durmo com a noite do lado de fora
acordo com o dia entre travesseiros
ao meu lado desperta a inteira natureza
sentindo seu perfume eu me perco
em campos, florestas, flores convidativas

Anoitecemos em noites de desejos despertos
em carícias que emolduram sentires
Amanhecemos em manhãs de sóis dourados
a brilhar nos corpos nus a descoberto
em cheiros de almíscares e jasmim
jardins de delícias em campo aberto

Madrugamos enlaçados no mesmo pulsar
nossos corações são o centro de uma galáxia
a lide do amor nos embala a inventar mundos
contigo flutuo ao infinito sem que nos percamos
breve os nossos lençóis imitam tapetes voadores
somos um só desejo e dormitamos eternidades

Noite e dia correm lado a lado
em nossa cama desfeita pelo mais puro deleite
em nosso querer sem tréguas
em corpos que se aprazem sem cansaço
no universo a nossos pés submisso
onde lua e sol conversam amorosamente


Beto Palaio e Ianê Mello


*
Pintura de Leonid Afremov

2 comentários:

Pérola disse...

Universos entrelaçados, dignos de tão belas palavras.
Beijinhos.

B

Túlia Catalão disse...

O encantamento do amor
na beleza da poesia.
Bjis

Related Posts with Thumbnails