O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Dialogo Poético: Beto Palaio e Ianê Mello




SONHOS DE ÍCARO



Frágil
Teia de nuvem
Gaze de amor
Céu de ir embora

Tênue
Febre terçã
Tecelã em fios
Ariadne no labirinto

Passeio
Em seu corpo
Cristalino querer
Lembrança de nós

Vertente
Fluídicas águas
Querer desmedido
Arremedos de paixão

Reflexos
Lírios da lua
Brancas manhãs
Camas de orvalho

Auroras
Arrebóis incandescentes
Primaveris entardeceres
Ardentes sentires


Beto Palaio e Ianê Mello


 *

Pintura de Marc Chagal

Um comentário:

Orvalho do Céu disse...

Olá, Ianê
Bonito... sentimento tênue exalado...
DEUS te cubra de bênçãos e te faça feliz!!!
Bjs festivos de paz

Related Posts with Thumbnails