O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Sou


Meu corpo é uma muralha que dura;
Meu corpo, uma árvore velha que existe.

Sou feito do carbono, sim, mas também
Do pó que os séculos juntaram sobre outro pó.

Porém minha alma, essa é filha do impalpável, dos
        anseios mais recônditos, das horas de imaginação.
Minha alma, a folha que se destaca do galho,
O sol que vem pra consolar a chuva e sorrir aos animais.
(Ó minha alma amarelecida, quão delicada é a sua
                                                                                      aparência!).

Sou, portanto, feito do carbono, sim, mas
                             essencialmente, mas principalmente
Do sopro milenar de todas as existências,
Forte, vigoroso e verdadeiro.

RODRIGO DELLA SANTINA

8 comentários:

Lena disse...

Boa noite, Ianê. Já estava com muitas saudades do seu cantinho, que pra variar continua encantador.
Belo "Diálogo Poético".
Bjs. em seu coração. Bom fim de semana. Com carinho,
Lena

Minhas Pinturas disse...

Visitei seu blog por curiosidade feminina, e nele fiquei por encantamento presa aos belos poemas. Como é bom encontrar a arte personificada por pessoa cheia de sensibilidade e emoção.É puro prazer...
beijos,
Léah

Camila Lima disse...

Belo texto, poetisa! Abraço!

Marcelino disse...

Muito bom esse texto do Della Santina: diz uma verdade essencial: somos parte do Cosmos, filhos do Cronos.

Rodrigo Della Santina disse...

Olá, Lena, Leah, Camila e Marcelino! Muito obrigado pela visita de vocês! Fico muito contente que tenham apreciado meus versos!
Grande abraço a todos!

Tiago Furtado disse...

Bom texto passa no meu :)

Milene Souto disse...

Olá Ianê, achei muito interessante e diferente o seu blog e gostaria de saber como faço para participar de sua proposta tb. A propósito, adoro Lao- Tsé. Abraços, Milene.

Ianê Mello disse...

Obrigada, amigos, pela calorosa presença.
Parabéns, Rodrigo, pelo belo poema.
Beijos à todos.

Related Posts with Thumbnails