O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 26 de fevereiro de 2012

Diálogo Poético: Ianê Mello e Joaquim Vale Cruz




A BELEZA DA VIDA


A paz que habita em nós
doces notas harmônicas
equilíbrio das mãos

no corpo a coragem
o vigor da luta

no rosto um sorriso
comunhão de sentires

corações pulsantes
em uníssono

ser humano é
tão somente
esse olhar afetuoso
sobre o mundo pousar

ver a vida a sorrir
no sol por entre as nuvens


Ianê Mello

*



*
Crédito de Imagem: Fotografia de Abril Brime


Querida Ianê, são tão lindos e profundos os seus poemas que não posso deixar de entrar em diálogo:



A Paz que dimana do poema, essa imagem
Traz ao nosso pensamento um doce querer
E também nos transmite a vontade e a coragem
Para aos outros proporcionar um bom-viver

Mas para essa linda obra construir
que se destina a fazer o outro ser crescer
É preciso sonhar sem transigir e exigir
que a humanidade seja dona do seu ser

Pois se até os nossos bons vizinhos
são tão importantes para nós
não podemos dispensar os seus carinhos
nem a ternura que é a expressão da sua voz

Pois se nós dependemos da semente
que nos traz a ternura da amizade
vamos todos cultivar eternamente
esse amor que só traz felicidade...


JVC –FB - 2012-02-26

4 comentários:

Vale Cruz disse...

Muito obrigado mais uma vez, Querida Amiga, A minha conta de débito está aaumentar assustadoramente...rsss. Bem haja pela consideraçãoe amizade que me tem dispensado. Bjinhos

MIRZE disse...

Diálogos e poemas belíssimos!

Ianê, fico chateada em não atender seus convites no Google. Mas não quero mais fazer parte de redes sociais.

Beijos da sua sempre amiga

Mirze

Ianê Mello disse...

Amigo Joaquim, é uma alegria para mim dialogarmos poeticamente e um prazer publicar tais diálogos.
NAMASTÊ!!!
Beijinhos.

Ianê Mello disse...

Querida amiga Mirze, lamento por isso porque nosso contato torna-se restrito mas compreendo seu ponto de vista.
Fique sempre em paz.
Sempre seremos amigas.
NAMASTÊ!!!
beijinhos, querida.

Related Posts with Thumbnails