O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sábado, 29 de outubro de 2011

Livre criar é só criar - Sábado Poético(28.10.11) - Sete Pecados Capitais




 

LUXURIAE ( Luxúria )

A paixão me inflama as membranas
Meus dedos estão em posição perfeita
Querem unir a todo custo
As Letras
Quero gozar o infinito
Embeber-me de todo o tinto
Emergir a caneta e soltar em linhas
O poema
Luxuriae é a palavra!

Giselle Serejo 
Tela: Festa de Vênus-Rubens.


SUPERBIA (SOBERBA)

Fingia quando por ti passava
Altiva e imanescente me encantava
Com o beiço quente
Pouca vergonha
Sonhava...
Grandessíssima hedionda
Toda-onda
Quão efêmera sua cobra
Para que isso pouca vida!

Giselle Serejo

Pecado

O pecado
espera
a mim
e
a você
desde
sempre

o pecado
capital
em alguma
capital

não sei qual...

Maria de Fátima Monteiro


Falsa Imagem

Cai dessa pose
será que você não vê
orgulho não leva a nada
somos todos iguais
carne e osso
filhos do pó de estrelas
nascidos para brilhar
então me olha
e me vê
além da aparência
sou humana como você
tire a máscara da vaidade
que sua face encobre
mostra seu eu verdadeiro
sua essência mais nobre
pois no fim de tudo
pó que somos
ao pó retorneremos. 

Ianê Mello - Vaidade.



Terapia do Ócio

Tem coisa mais gostosa
do que deitar numa rede
e adivinhar desenhos nas nuves?
Ficar de papo pro ar
sem ver o tempo passar
em verdadeira preguiça?
Entregar-se ao ócio
e dele fazer terapia
descansando dessa vida
de eterna correria?

Ah, vai dizer que não
que é pecado então
e pura perda de tempo
deixar escorrer as horas
esquecer o mundo lá fora
e na cama se aninhar
deitar o corpo no gramado
fechar os olhos bem fechados
e ouvir os pássaros a cantar
sentindo a doce brisa 
seu rosto acarinhar

Quero ser bicho-preguiça
e viver esses momentos
sem culpa, nem ressentimentos
pois se a vida é para ser curtida
vamos fazê-la valer a pena.

Ianê Mello - Preguiça.

Ócio criativo

Fui acometido por uma "doença infecciosa produzida por vírus e que, a par de fenômenos gerais, produz manifestações respiratórias, tais como irritação nasofaríngea e laríngea, e espirros”. A doença mais conhecida como gripe, deixa o corpo preguiçoso que só quer uma rede para deitar. Na falta de; sento-me numa cadeira espreguiçadeira, e começo a observar a plenitude da manhã. Enquanto folheio o jornal, algumas revistas e alguns livros; ouço a algazarra dos pardais e de um tiziu que já fazem parte da paisagem. Lentamente absorvo a poesia do dia, enquanto os raios solares invadem o meu vagar silencioso. As folhagens exibem sorrisos, os roseirais abraçam o orvalho, a romãzeira brinca com seus frutos e a jabuticabeira serve os galhos para o pouso dos passarinhos. As folhas secas descansam no solo macio e as borboletas estão de férias. Respiro a brisa mansamente e o tempo conta as horas...

Ydeo Oga

Sede de viver...

''Tenho visto gente
Cometer esse pecado
Que faz o meu cachorro
Furar sua tigela de àgua
e depois ficar com sede
frente ao pote furado''

 Adriane Lima  - Soberba


A maioria das pessoas entende que a lista dos “sete pecados capitais” seja: orgulho, inveja, glutonaria, luxúria, ira, ganância e preguiça. Apesar de cada um destes ser, inegavelmente, um pecado, a Bíblia nunca os descreve como “sete pecados capitais”. A lista tradicional dos “sete pecados capitais” pode funcionar como uma boa maneira de categorizar os diferentes tipos de pecados que existem. Quase todo o tipo de pecado pode ser listado sob uma das sete categorias. Mas o mais importante, contudo, é que saibamos que estes sete pecados não são mais “mortais” ou “capitais” do que qualquer outro pecado. (gotquestions.org)

e eu digo:

" O tamanho do meu orgulho, tem a medida exata do meu ombro e a exata dimensão do desprezível..." Pecadora serei eu?

Amy Chauvin Mil-Homens


Na contramão da ilibação

Independente do que eu possa penar
ouso em apostar nessa vida
nem que seja só para contrariar: PEQUEI !

Tiro da manga os trunfos,
que habitam em meu ser.
Faço conchavos com as probabilidades
Para que no fim, tudo se ajuste 
ao meu bel-prazer…

Enfrento os blefes…blefando…
para horrorizar os hipócritas
que acreditam que a vida 
é matizada de rosa-choque
Amém!

Amy Chauvin Mil-Homens



Soberba

Anda sempre junta com a arrogância
e as duas juntas se transformam em montanhas!
Verdadeiros picos...
E são exatamente de lá, desses picos, que caem 
Aqueles que se deixam levar 
Pelas suas meras aparências!
Haja pecados!

Vanessa Vieira



PECADO

Vem rápida
a raiva,
ataca,
apanha,
defende
o quanto pode;
finda a contenda
vai embora.
Quem chega e fica
se chama
ódio, o que no escuro
se agacha;
espreita e espera.
Bebe só da vingança.
*

NeyMaria
Imagem: de Malcolm T. Liepke

 

A torta

Soltou um grito
Que raiva
Verde ficou
Cobiça teve
Torta de chocolate
Na janela

Num único salto
Agarrou o prato
Correu
Com ninguém dividiu
Rapidamente a torta sumiu

Consumido pela preguiça
Seu corpo repousou
Sobre cobres e tesouros
No mistério de sua mente
Demente e doente
Numa solidão interminável

Acordou, e logo ao lado olhou
Sobre o feno dormia
No velho celeiro da familia

Feliz sorriu, 
sua avó serviu
pequeno pedaço de torta

Ildo Silva

Vontade

Sem querer te desejei
ouvi tua voz, despertei
a gargalhada, embabaquei
lembrei daquela comida, saboreei
do vinho preferido, degustei
da música inesquecível, viajei

Sem querer te desejei
senti teu perfume, lembrei
braços esbarraram, arrepiei
mãos se tocaram, suei
coxas roçaram, excitei
olhares cruzaram, chorei

Sem querer te desejei
desesperei
busquei
gozei
amei... 
quase sem querer.

Rafael Jr - Luxúria

Cai o Pano

Vou sem temores, sem máscaras
aqui não vale representar
quero teu corpo, me completar

Te arranho as costas
beijo teu pescoço
amo, lambuzo, mordo

Umidifica meu corpo
com tua saliva e suor
entre sussurros e gemidos

Guiando meus passos, nus
entregues, sem regras, juntos
seremos um só sob a lua

Esta noite será o começo
caminho sem volta do prazer
explora, seduz, extasia, esgota
todas as formas de aprender

E nesta lição,
mestre e aprendiz se confundem
de tanta entrega e amor, se fundem.

Rafael Jr

Ainda 

Vejo teus olhos
perdidos nos meus
sinto tuas mãos
puxando meu corpo contra o teu
arrepio com tua língua
deslizando em meu peito
sinto teu gosto
agridoce em minha boca
ouço teus gemidos
ecoando no quarto
sinto tuas unhas
arranhando minhas costas 
reteso com teu sexo
roçando em minhas coxas
sinto teu perfume
pairando no ar...
Você atravessou a porta
e teu corpo ainda contrai
e transborda no meu.

Rafael Jr



Um comentário:

MIRZE disse...

Todos os poemas maravilhosos!

Parabéns, Ianê, pecar é humano, não pecar é divino!

Beijos a todos

Mirze

Related Posts with Thumbnails