O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 1 de abril de 2012

Um gato



No meio
Da rua
Depois do trabalho

— Um gato

(Antigamente livre).

RODRIGO DELLA SANTINA

4 comentários:

Paulo Francisco disse...

Alguns são completamente domésticos ou domesticados.
Um abraço

Alê disse...

Diria: tantos!

Abandonados, à mercê da própria sorte,


Bjkas

Toninhobira disse...

Duplo sentido? ( alguns jovens se referem a gato(a) uma pessoa linda),rsrs.
Liberdade fugidia.

AnaClarissa disse...

E ansiando pela sua gatinha...

Abraço

Related Posts with Thumbnails