O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




sexta-feira, 1 de novembro de 2013

TEMPO ADORMECIDO



Guarda teu sorriso no tempo da espera
fruto adocicado em plena estação
Guarda tua palavra na placidez do tempo
amanhecida flor que se abre em botão

Guarda teu amor no peito adormecido
aquecido no fogo fátuo da ilusão
Guarda teu abraço na ternura antiga
agasalhado na esperança que não finda

Guarda-te por fim inteira e intacta
que o tempo não espera e não perdoa
nas horas mornas em que passas debruçada a janela
enquanto a vida lá fora lhe convida a dançar

In Tessituras e Tramas , Editora Verve, 2013
Ianê Mello.


Quem se interessar em adquirir um exemplar basta acessar o link:
http://www.livrariareliquia.com.br/tessituras-e-tramas.html

3 comentários:

rodrigo passos disse...

Não quero falar sobre tristeza, faço o que me parece possível, deixando o resto pra Deus.
É impossível atravessar por esse mundão, sem perder um amor.
Com o tempo, nos tornamos pessoas maduras, aprendemos a lidar com as nossas perdas e já não temos tantas ilusões.
Mas o que fazemos com os nossos contos de fadas? Como desistir de encontrar alguém que acalme nosso coração e nos faça interromper as buscas?
E estar ao lado de alguém que conhece nossos defeitos sabe o nosso jeito de pensar e fala até no silêncio.
Não precisamos de tantas explicações tantos disse-me-disse. E você pode ficar ali, quietinho, sem que seu silêncio incomode o outro. Quando se fala muito sem dizer nada.
Quando um olhar já fala tudo, e diz: eu estou aqui com você?
Não bastando o silêncio de fora, preciso silenciar a minha alma.
Comecei ouvir coisas que antes não ouvia quando estou em silêncio.
E descobri que afastamos a felicidade e culpamos outro por nossas escolhas, perdemos tempo tentando conquistar o que está longe, sem valorizar o que está perto.
Como somos tolos em nossos pensamentos limitados, buscar o não sei o que não se onde, é uma busca infundada.
Contar com a felicidade que ainda não se viu e desprezar a que está por perto por medo de perder a que não se tem.
Não quero mais palavras perdidas saindo de minha boca, quero falar do que realmente sinto e me fazer entender, sem deixar sombras. Quero saber falar para quem amo o que realmente sinto, ficar nua de meus rancores, e minhas dúvidas, mas o que fazer se falo tudo errado?
Digo o que não quero e não digo o que realmente espero.
Perdi tanto amores por não dizer ou por dizer demais. Minhas lágrimas me fizeram melhor, por que aprendi a lavar minha alma e acalmar o meu passo e confiar que posso fazer apenas o possível.
Contudo, mantenho o coração aberto para que Deus dirija. E quero estar atenta quando Ele disser “Vamos meu filho, é por aqui.”

Mateus Luciano Maciel dos Santos disse...

muito bom, parabens!

SANTA CRUZ disse...

Ianê: Lindo gostei parabéns.
Beijos
Santa Cruz

Related Posts with Thumbnails