O Equilíbrio da Vida (TAO)


O excesso de luz cega a vista.


O excesso de som ensurdece o ouvido.

Condimentos em demais estragam o gosto.

O ímpeto das paixões perturba o coração.

A cobiça do impossível destrói a ética.

Por isso, o sábio em sua alma

Determina a medida de cada coisa.

Todas as coisas visíveis lhe são apenas

Setas que apontam para o Invisível.



(Tao-Te King, Lao-Tsé)




domingo, 2 de junho de 2013

O pirata



Devo medir quem sou por meu tamanho?
Influi minha estatura 0 meu engenho?
Quem devo ser, então, se sou pequeno?
Que coisas devo ter, senão engano?

Desejo ser como os heróis de antanho.
Porém, desejo é coisa que mais tenho.
Não posso desejar o que pretendo:
A vida não me dá aquilo que sonho.

Serei eternamente um vão pirata,
Destinado a roubar o que não é meu.
Não vou desembainhar a minha espada:

Na luta quem se fere sou sempre eu.
Irei tomar a vida por ingrata
E ser julgado como Prometeu.

RODRIGO DELLA SANTINA

2 comentários:

Rabisco disse...

Olá!
Esta é a página do Facebook do meu novo livro de poesia "Em Teus Olhos Seria Vida".
Gostava de poder contar com o teu "gosto" na minha página.
Obrigado!

www.facebook.com/EmTeusOlhosSeriaVida

ou em:

poesiafaclube.com/store/josé-manuel-pereira-"em-teus-olhos-seria-vida"

=)

Fernando Paixão disse...

Lindo.

Related Posts with Thumbnails